Texto e fotos copyright Márcio Sousa.
Para posts anteriores seleccionar os arquivos na coluna da direita.
Clicar nas fotos para ampliar.
Obrigado pela visita e comentários.
Márcio Sousa

segunda-feira, 27 de junho de 2011

PITVANT efectua primeiro voo Multi UAV

21-06-2011


No âmbito do Projecto de Investigação e Tecnologia em Veículos Aéreos Não Tripulados (PITVANT) decorreu no dia 20 de Junho o primeiro voo Multi UAV (Aeronaves Não Tripuladas).

Nesta missão, duas aeronaves Antex-X02, com os números de cauda 02 e 06, efectuaram simultaneamente voo autónomo com um desfasamento em altitude de 50 metros (cerca de 164 pés). Após descolagem manual, cada uma das aeronaves passou a modo automático e seguiu uma rota pré-definida. Em terra duas equipas de operação, totalizando 5 elementos, seguiam o desempenho das aeronaves. Após a passagem sobre os pontos pré-definidos, cada uma das aeronaves passou novamente para modo manual e aterrou sem problemas.

Este voo é mais uma etapa na operação multi-UAV que se preconiza no PITVANT. Com efeito, a equipa mista de elementos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e da Academia da Força Aérea já vem há muito treinando os procedimentos de operação e emergência para voo multi UAV. Os próximos passos passam por mais voos como o que se realizou para que se possam validar os procedimentos desenvolvidos, e posteriormente avançar para a implementação de técnicas de controlo cooperativo em que as aeronaves comunicam uma com a outra e realizam uma missão de forma coordenada. Também se prevê a redução do número de elementos em terra, necessários para a operação de duas ou mais aeronaves no ar, em simultâneo.

Este projecto, em parceira entre a Força Aérea Portuguesa e a Universidade do Porto, encontra-se a meio do seu terceiro ano de desenvolvimento, contando já com mais de 300 descolagens e mais de 100 horas de voo. O PITVANT decorre até 2015 e é parcialmente financiado pela Direcção Geral de Armamento e Infra-Estruturas de Defesa do Ministério da Defesa Nacional.

fonte : FAP

Sem comentários:

Enviar um comentário