Texto e fotos copyright Márcio Sousa.
Para posts anteriores seleccionar os arquivos na coluna da direita.
Clicar nas fotos para ampliar.
Obrigado pela visita e comentários.
Márcio Sousa

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

TP425

A tragédia com o voo TP425 faz hoje 39 anos.
O único acidente mortal da TAP em voo de transporte de passageiros.
Data : 19/11/1977
Hora : 21:48:36


A 19 de Novembro de 1977 o voo TP425, proveniente de Bruxelas com 156 passageiros e 8 tripulantes a bordo, operado pelo Boeing 727-282 ADV “Sacadura Cabral” (registo CS-TBR) com capacidade para 189 passageiros, fazia-se à pista do antigo Aeroporto de Santa Catarina (actual Aeroporto da Madeira) sob chuva intensa pela terceira vez naquele dia. Devido às condições meteorológicas adversas e de duas tentativas de aterragem falhadas, o comandante João Costa dispunha agora da sua última oportunidade, caso contrário o voo teria que divergir para o Aeroporto do Porto Santo, onde não haveria de modo algum alojamento para os 156 passageiros e 8 tripulantes que vinham de Bruxelas via Lisboa. Consequentemente seria necessário divergir para a Gran Canária a 400km de distância.
A tripulação tentava uma terceira aterragem na pista 24 (sentido Machico-Funchal), essa última oportunidade revelou-se fatal, já que o avião aterrou muito para além do normal na curta pista do aeroporto, deslizou pelas águas acumuladas devido à chuva intensa, saiu da pista e caiu em cima de uma ponte, uns metros mais abaixo. Com o impacto o avião partiu-se em dois, tendo ficado uma das partes em cima da ponte e a outra parte, que foi consumida pelas chamas, um pouco mais abaixo, na praia.
Este acidente vitimou 6 dos 8 tripulantes e 125 do total de 156 passageiros que estavam a bordo.
No dia seguinte a cauda do avião foi pintada, ocultando assim o logótipo da companhia para evitar que o acidente desse origem a uma má imagem da companhia. Após este acidente, o único com vítimas mortais da companhia TAP, a pista foi aumentada duas vezes e actualmente possui 1800 metros de comprimento.

Aqui ficam duas fotos tiradas do fundo do baú dos meus pais.





Relatório GPIAA

aviation-safety

1 comentário: