Texto e fotos copyright Márcio Sousa.
Para posts anteriores seleccionar os arquivos na coluna da direita.
Clicar nas fotos para ampliar.
Obrigado pela visita e comentários.
Márcio Sousa

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Aeródromo de Manobra nº 3 - Porto Santo - Madeira


O Aeródromo de Manobra nº 3 é uma Unidade na dependência hierárquica do CA e compete-lhe garantir:

O apoio logístico a Unidades destacadas;
A manutenção das infra-estruturas de apoio em estado de utilização;
A segurança interna da Unidade;
Recepção e armazenagem de todo o tipo de combustiveis de apoio à ilha de Porto Santo.

Breve Resenha Histórica:

Tributário de um alargado e valioso património histórico, o actual Aeródromo de Manobra Nº 3 tem como génese a antiga Infra-estrutura NATO que, embora tenha sido iniciada em 1974, apenas começou a dispor dos seus quadros próprios a partir de 1 de Julho de 1977, data a partir da qual ficou a ser a fiel depositária do vasto conjunto de infra-estruturas aeronáuticas entretanto implementadas no âmbito de projectos eleitos pela NATO.
Com efeito, em 1959 o, à altura, "Allied Command Atlantic" estabeleceu os requisitos para as Operações Aéreas de Patrulhamento Marítimo na região Sul da Área Ibero Atlântica ("IBERLANT") e elegeu o Arquipélago da Madeira, devido à sua situação estratégica, como o local ideal para a localização de um aeródromo de apoio a este tipo de operações aéreas.
Assim, a pista existente no Porto Santo foi disponibilizada à NATO para esse efeito.
Em 1968 iniciaram-se um conjunto de trabalhos com vista ao prolongamento, reparação e recarga da pista existente, iluminação e aumento da capacidade de fornecimento de energia eléctrica, armazenamento de munições, construção do edifício do comando e administração, construção da área de combustíveis e correspondentes oleodutos e procedeu-se à instalação de emissores e receptores para apoio às comunicações com aeronaves.
Estes trabalhos foram concluídos em 1974.
Em Novembro de 1977 começou-se a apoiar o Destacamento Aéreo da Madeira, que entretanto se constituiu de forma permanente, com o estacionamento no Aeroporto de Santa Catarina de um C212 AVIOCAR.
Esta aeronave manteve-se estacionada naquele aeroporto até finais de 1989, altura em que foi definitivamente transferida para Porto Santo e onde em 31 de Dezembro de 1990, se lhe juntou um helicóptero SA-330 PUMA.
Dando continuidade aos vários planos de investimentos previstos para esta Infraestrutura NATO, no início de 1982, procedeu-se, entre outros trabalhos, à ampliação da pista e à construção, na zona norte, de 10 placas de dispersão para estacionamento de aeronaves constituindo-se assim a chamada área militar do Porto Santo.
A partir de 1994 decorrente da conjuntura internacional e das alterações entretanto verificadas ao nível da NATO, a sustentação e manutenção dos recursos humanos e logísticos existentes passou a ser responsabilidade Nacional tendo-se nessa altura constituído o até agora designado Destacamento da Força Aérea no Porto Santo.
Em Março de 2006 o SA-330 PUMA estacionado no aeródromo do Porto Santo foi substituído pelo EH-101 MERLIN passando o DAM a dispor desta aeronave e do C-212 AVIOCAR.
Decorrente do Despacho 62/2009 de 20 de Novembro do General CEMFA foi activado, em 25NOV2009, o Aeródromo de Manobra Nº 3.
Através da Portaria 93/2010 foi atribuído o Estandarte Nacional ao Aeródromo de Manobra Nº 3.
Em 05 de Novembro de 2010 o C-212 Aviocar foi substituído pelo C-295 passando o DAM a ser constituído por esta aeronave e pelo EH-101 MERLIN.





fonte: fap

Sem comentários:

Enviar um comentário